Hospital Regional do Alto Vale do Itajaí

HRAV e prefeitura de Rio do Sul definiram acordo para atendimento da UPA e do PS
texto:

Na quinta-feira (5), o presidente da Fusavi - mantenedora do HRAV, Giovani Nascimento e o prefeito de Rio do Sul, José Thomé, conversaram com repórteres da região para explicar a nova forma de atender da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rio do Sul e o Pronto-Socorro do Hospital Regional Alto Vale, para pacientes que moram em Rio do Sul. A entrevista coletiva foi realizada na sala de reuniões do HRAV.  

Ficou definido que, a partir do dia 15, o Pronto-Socorro do Hospital Regional Alto Vale passará a atender somente casos de urgência e emergência ou pacientes que forem encaminhados das Unidades Básicas e Unidade de Pronto Atendimento, de Rio do Sul.

“Até o fim do mês nós vamos continuar o atendimento das pessoas que alegarem desconhecimento dessa mudança, alertando que na próxima vez deverão procurar a UPA. Porém, a partir de maio, definitivamente, a pessoa de Rio do Sul que procurar o hospital e que não tenha o caso que se configure como urgência ou emergência, será direcionado para o atendimento na UPA”, explicou o presidente da Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí (Fusavi), Giovani Nascimento.

Os pacientes de Rio do Sul deverão procurar o primeiro atendimento médico nas Unidades Básicas durante o período diurno, ou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que passará a atender 24h.

“Nós devemos pensar acima de tudo no melhor atendimento para o paciente que nos procura aqui no hospital, seja ele encaminhado pela UPA ou que venham dos municípios vizinhos. Em Rio do Sul, com esse encaminhamento para as UBS e UPA, nós teremos a possibilidade de oferecer um atendimento mais eficaz aqui no HRAV, em função de terem menores filas de espera”, destacou Giovani.

O Pronto Socorro continuará de portas abertas para todo o Alto Vale em casos de urgência e emergência. As novas regras valem apenas para pacientes que moram em Rio do Sul.

“É uma questão cultural, a gente começa a fazer com que a população entenda direito todo esse procedimento. Sobre o que é Atenção Básica, o que é Pronto-Atendimento, urgência e emergência. O desafio é grande a gente sabe disso, nós vamos enfrentar obstáculos, falta de entendimento, mas nós precisamos encarar isso dessa forma”, completou o prefeito de Rio do Sul,  José Thomé.

A secretária de Saúde de Rio do Sul, Sueli de Oliveira, também participou do encontro com os representantes dos veículos de comunicação e esclareceu detalhes. O objetivo da mudança é melhorar o atendimento no município.

“Atenção básica são as UBSs dos bairros, e a população precisa entender isso. Nós temos nossas Unidades de Saúde, e é muito importante que primeiro o usuário passe nelas se elas tiverem abertas, para não acabar vindo tudo pra UPA”, concluiu a secretária.

voltar

Gostou? Compartilhe...Link

Parceiros

todos os direitos reservados - HRAV - Hospital Regional Alto Vale - 2012Desenvolvimento: WLive! Soluções web.